top of page

Laser em tratamentos odontológicos

O laser, por seu potencial de reduzir a dor e a inflamação, promover a descontaminação e acelerar a cicatrização, traz diversos benefícios em tratamentos odontológicos.



Seguem alguns exemplos, dentre tantos outros, da aplicação do laser:


MUCOSITE ORAL

Mucosite oral são lesões dolorosas que aparecem na mucosa da boca como efeito colateral da quimioterapia e radioterapia. A laserterapia pode ser usada em adultos e crianças como medida preventiva para o aparecimento das lesões, assim como para aliviar a dor, diminuir a duração e reduzir a severidade das lesões já instaladas, melhorando a alimentação, o conforto e a qualidade de vida.


HERPES LABIAL

O herpes labial é uma infecção causada pelo vírus do herpes simples. Pode causar bolhas e feridas na boca com coceira, ardência e dor no local. A utilização do laser reduz a recorrência do aparecimento de lesões, assim como tem efeito analgésico e de reparação.


AFTAS

As aftas são úlceras bucais dolorosas e desconfortáveis. Seu aparecimento pode ser favorecido por fatores como estresse, queda na imunidade e determinados alimentos.

Dentre as modalidades de tratamento disponíveis, o laser é eficaz para o alívio da dor e rápida cicatrização.


DESORDENS TEMPOROMANDIBULARES

As desordens temporomandibulares (DTMs) são patologias que ocorrem nas articulações e músculos da mastigação, podendo gerar limitação da abertura da boca, travamento da mandíbula, dor de cabeça, dor na região da face e ouvido e cansaço na musculatura facial. Uma das alternativas terapêuticas é a laserterapia: muitos estudos mostram redução da dor, melhora da amplitude de movimentos mandibulares e relaxamento muscular.


TRATAMENTO DE CANAL

O laser pode ser usado como uma ferramenta auxiliar ao tratamento de canal, atuando na eliminação de bactérias. Ainda, reduz a dor depois do procedimento.


CIRURGIAS

A aplicação do laser após procedimentos cirúrgicos, como extrações dentárias, implantes e cirurgias na gengiva, propicia um período pós-operatório mais confortável ao paciente.


O correto diagnóstico e a indicação do laser em tratamentos odontológicos devem ser realizados pelo cirurgião-dentista. As doses e tempos adequados de aplicação devem ser estabelecidos individualmente para cada paciente.


Gostou? Esse conteúdo foi útil pra você? Me siga no Instagram @anamariamarchionatti para ficar por dentro das novidades!


Cirurgiã-Dentista

Especialista em Endodontia

Mestre e Doutora em Prótese Dentária

Professora Universitária

2 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page